Infelizmente aconteceu algo que às vezes acontece no mundo do software livre: furto de ideias sem que os devidos créditos sejam dados.

Primeiro apareceu o pequeno programinha em Python, muito mais como prova de conceito. E logo em seguida apareceu uma interface gráfica para configurá-lo: o PyCallBlocker.

Hoje navegando pelo fórum do Maemo.org notei que havia um tópico falando de um tal CallBlocker. Achei que fosse o mesmo programa, e fui olhar. Não é.

Na verdade, o autor do PyCallBlocker pegou o programa (aquela “prova de conceito”), colocou uma interface por cima, e montou o pacote, sem dar o devidos créditos (basta olhar nos fontes ou na descrição do programa que não há nenhuma referência ao real autor).

Eu já removi o PyCallBlocker, e estou esperando os autores verdadeiros disponibilizarem um pacote nos repositórios. Por enquanto, há apenas o arquivo .deb no Garage, mas que não é automaticamente instalado por falta das dependências.

Não há nada de errado em pegar uma ideia, alterá-la ou melhorá-la ou qualquer coisa que seja, desde que os créditos sejam dados. Reconhecimento é o que move grande parte dos desenvolvedores de programas com código-fonte livre e aberto.