O Rodrigo Toledo já tinha falado sobre o jogo BurgerFace, no qual o controle dos movimentos é feito através da câmera frontal do aparelho. O vídeo explica melhor.

O jogo em si é bobinho, sem muita graça, e acho que não é lá muito saudável usá-lo em público! Mas o ponto principal é a capacidade dele de reconhecer um rosto.

Eu já tinha visto um projeto semelhante, mas para o desktop, no Viva o Linux.

Cheguei a testá-lo durante algum tempo como alternativa de login no meu notebook. Afinal, seria muito mais prática eu simplesmente botar a cara na frente da webcam embutida do que digitar a senha. Depois de um tempo eu acabei desistindo porque dependia demais da luminosidade, ângulo do notebook, distância da câmera, com ou sem barba (ok…nesse eu estou exagerando), que acabava sendo mais rápido digitar a senha mesmo.

Isso também vem de encontro a uma empresa sueca que está desenvolvendo um software que busca informações sobre alguém em redes sociais (Facebook, Twitter, Flickr, Skype, etc.) usando apenas uma foto ou o rosto capturado através da câmera do aparelho.

O vídeo também explica um pouco mais.

Na notícia, a coisa é alardeada como um perigo à segurança das pessoas, pois pode expor seus dados pessoais.

Eu não entendi totalmente como funciona o programa, mas acredito que pode não ser bem assim. Até porque para alguém ter acesso aos seus dados pessoais nas redes sociais você precisa colocá-los lá, e deixá-los visíveis para todos!! Isso é algo que ninguém deveria fazer, nunca!

Mas voltando ao N900….uma possibilidade desse reconhecimento facial é, ao invés de digitar uma senha para desbloquear o aparelho, simplesmente usar a câmera frontal para verificar se você mesmo o está usando e desbloqueá-lo. Ou ainda, quem sabe, conseguir alguma forma de verificar para onde você está olhando no aparelho, e se estiver navegando, e chegar no rodapé da página, ela rolar automaticamente.