Eu já falei um pouco sobre a memória do aparelho aqui, e sobre os problemas que podem ocorrer ao instalar aplicativos não otimizados.

Agora o tema da discussão é sobre os 2GB de limite de instalação de programas. Por que esse limite? Eu não tenho uma resposta na ponta da língua, mas eu desconfio seriamente de qual é ela: se resume a tipo de formatação.

O Windows usa, por padrão, sistemas em NTFS ou FAT32 ao formatar discos, pen-drives, cartões de memória e afins. No GNU/Linux existem sistemas de arquivos mais eficientes, seguros, e rápidos (por serem nativos). O mais popular hoje em dia chama-se ext3 (o ext4 já saiu do forno, mas não é maduro o suficiente ainda). O problema todo é que um sistema GNU/Linux consegue ler o sistema de arquivos do Windows, mas o Windows não consegue ler o sistema do GNU/Linux.

Então o que iria acontecer quando alguém ligasse seu N900 num computador Windows e tentasse copiar as suas fotos? Ou quisesse colocar no aparelho alguns MP3? Não conseguiria se o sistema de arquivos não for reconhecido por esse sistema operacional!!

Por isso que eu acredito que a Nokia decidiu separar os 32GB em duas partes: uma com 2GB, formatado em ext3, para acesso rápido, fácil, seguro, para a instalação de programas no aparelho, e outra parte com o resto, formatado em VFAT (compatível com FAT32), para que qualquer computador possa acessá-lo.

É também uma forma de proteção, muito provavelmente. Ao ligar o aparelho no computador, via cabo USB, e selecionar o modo “mass storage“, apenas a partição grandona fica visível para o computador! A menor, de 2GB, não!! É porque lá estão arquivos do sistema e programas instalados, que não devem ser tocados inadvertidamente (e convenhamos que não seria interessante o Windows começar a criar arquivos nos diretórios ali, não é mesmo?).

É perfeitamente possível alterar esse esquema de partições do aparelho, aumentando os 2GB. No Maemo.org há alguns tópicos falando sobre isso.

Assim que eu tiver um tempo, vou fazer alguns testes de reparticionamento, e colocarei a “receita de bolo” aqui. Não aconselho que se faça isso sem ter uma certa experiência, pois os resultados podem não ser muito agradáveis.

Mas por enquanto, eu acredito que esse limite de 2GB é muito mais psicológico que outra coisa….tenho vários programas instalados, e 94% da partição continua livre.