Arquivo por categoria firmware

Rodando o MeeGo em dual-boot

Uma das características que muitos esperavam no novo firmware era a capacidade de fazer dual-boot com outro sistema operacional. E muitos ficaram decepcionados quando viram que nada mudou em relação a isso.

Na verdade houve uma mudança sim! O Multiboot, antes a única forma de iniciar o N900 com outro sistema operacional sem auxílio de um computador, funcionava reescrevendo o kernel necessário a cada boot. Isso traz dois problemas:

1- o kernel precisa reconhecer o Multiboot para que outro sistema possa ser carregado (era o que acontecia com o MeeGo…era possível entrar no sistema, mas nunca mais sair dele, pois o kernel dele não reconhecia o Multiboot e portanto era sempre o MeeGo a ser carregado)

2- o kernel fica numa memória flash. E esse tipo de memória possui uma vida útil de gravações! Alternar entre um kernel e outro significa gravar o código nessa memória, e diminuir sua vida útil

O que foi feito no PR1.3 foi corrigir uma característica do Linux que estava com um bug no Maemo: o kexec. Ele é um mecanismo que permite carregar outro kernel na memória do aparelho e iniciar a sua execução imediata. Em linhas gerais, o normal seria carregar um kernel e ele carregar o sistema operacional. Mas usando o kexec é possível carregar outro kernel à partir do kernel “inicial”, e rodá-lo. Em outras palavras: substituir o kernel que está rodando por outro, sem necessidade de reiniciar o aparelho nem gravar nada em lugar alguma.

Quem faz essa mágica é um outro programa, chamado U-Boot, portado já faz algum tempo para o Maemo, mas por causa do bug do kexec não facilmente utilizável. Ele está no repositório extras-devel.

Mas antes de continuar há um detalhe importantíssimo: ele só funciona com o kernel original! Nada de power kernel e afins (pelo menos por enquanto). Portanto é bom você abrir um terminal e digitar o comando abaixo:

~ $ uname -a
Linux Nokia-N900 2.6.28-omap1 #1 PREEMPT Fri Aug 6 11:50:00 EEST 2010 armv7l unknown

E também o seguinte:

~ $ dpkg -l | grep kernel-modules
ii  kernel-modules          2.6.28-20103103+0m5        Linux kernel modules

Se as saídas não forem iguais às mostradas, é capaz que você danifique a instalação do Maemo ao instalar o U-Boot e tenha que partir para o Flasher.

Após instalado o U-Boot, ao reiniciar o aparelho irá aparecer esta tela, indicando que a instalação foi bem sucedida:

Para instalar o MeeGo, você precisará da imagem do sistema, obtida aqui. E então seguir as instruções daqui para escrever a imagem num cartão de memória (pode ser usado um computador com Linux ou Windows). Atenção: todos os dados do cartão de memória serão apagados!

Depois de gerado o cartão, basta colocá-lo no N900, e reiniciá-lo! Pronto!! Já está com o MeeGo rodando!!!!

Para voltar ao Maemo, reinicie o aparelho, e antes que o timeout estoure, pressione qualquer tecla do aparelho, e digite isto:

run noloboot

Para remover o U-Boot, é preciso rodar este comando no terminal, como root, no Maemo:

apt-get install --reinstall kernel-flasher

Ao rodar o MeeGo à partir do cartão de memória nada do Maemo será tocado.

Outra informação importante é que existem duas imagens do MeeGo para o N900: uma obtida no endereço passado acima, e outra nos repositórios do próprio MeeGo. A imagem do repositório do MeeGo não faz dual-boot.

fonte: MeeGo wiki

Tags: ,

Atualização de firmware no ar!

O PR1.3 foi lançado, acho que bem antes do que todos imaginavam.

Ainda não encontrei o changelog, mas assim que avistá-lo, o publicarei. Algumas alterações que foram divulgadas em diversos sites:
- acesso à Ovi Music Store (onde a loja estiver disponível)
- suporte ao Nokia Ovi Suite adicionado
- diversas correções de bugs e melhorias para aumentar a performance

Todas as dicas já divulgadas para atualizar continuam válidas: desabilite todos os repositórios, exceto os oficiais da Nokia e remova programas se necessário. Também não esqueça de fazer o backup completo!

Eu precisei remover um jogo (o Brain Party) pois ele estava usando uma biblioteca que gerou uma incompatibilidade. Caso o firmware não seja atualizável à partir do próprio aparelho por problemas assim, a solução é tentar remover a biblioteca problemática (e o correspondente programa que a usa). Para isso é preciso usar o terminal. No meu caso ele reclamou da libgles1-sgx-img. Bastou fazer isso no terminal (como root):

apt-get remove libgles1-sgx-img

E a biblioteca, assim como o jogo, foram removidos, permitindo a atualização do firmware pelo próprio N900 (que é sempre a opção mais saudável, pois assim não se perdem configurações nem programas instalados).

Novo firmware e MeeGo

A notícia já é velha (mesmo considerando que foi noticiado hoje): a próxima atualização do firmware do N900 (o PR1.3) trará, além de várias correções no sistema e a nova versão do Qt (a 4.7), a possibilidade de fazer dual-boot com o MeeGo. Não que isso não seja possível hoje….é perfeitamente viável e fácil de fazer, mas você precisa ter um computador e o cabo USB a mão.

Há duas boas novidades nessa notícia. A primeira é que haverá uma nova atualização de firmware. Mas isso já não era muito segredo, visto que no Bugzilla muitos erros foram considerados “arrumados e colocados na próxima atualização”. Se não há a expectativa de uma nova atualização, não há porque corrigir erros (apesar que à partir de agora eu acredito que a comunidade deverá tomar posse disso, já que o Maemo é um sistema morto).

A outra boa notícia é que o N900 continua sendo a base do MeeGo no quesito aparelhos móveis. Há muito tempo se fala num tal de N9, com algumas fotos publicadas por aí. Bem, na minha humilde opinião, acho que esse aparelho não existe. Até agora não vi prova real nenhuma de que ele não seja uma mera montagem e fomentado à base de muita especulação.

Uma reclamação constante de quem acompanha o desenvolvimento do MeeGo é sua interface. Realmente é algo um tanto quanto pobre. Mas devemos lembrar que essa é a interface base do sistema! Como qualquer Linux da vida ela pode ser total e completamente alterada. E no texto que originou a notícia, no MeeGo.com, está bem claro: neste momento eles estão tentando garantir que tudo funcione corretamente, para que a primeira versão com a interface móvel provoque uma boa experiência ao usuário.

Traduzindo: a interface do MeeGo hoje não será aquela que virá na primeira versão efetivamente instalável no N900. Ou pelo menos assim eu espero…

Agora a pergunta que não quer calar: quando isso tudo estará disponível? O MeeGo possui um cronograma, que até agora foi seguido à risca. Portanto é possível dizer que até o final deste mês de outubro tenhamos uma versão final. Quanto ao firmware do N900 já é um pouco mais difícil dar um prognóstico visto a novela que foi o PR1.2. Mas acho que dá pra dizer que sairá ainda neste ano.

ATUALIZAÇÃO (créditos para o leitor igorlt, do Twitter)

Um editor do The Nokia Blog enviou à Nokia uma mensagem questionando sobre o dual-boot no N900. A resposta que ele recebeu diz que o N900 é utilizado como base de desenvolvimento do MeeGo para plataformas ARM, mas que a Nokia não pretende liberar uma versão para consumidores finais do firmware contendo o dual-boot. Ainda acrescenta que o texto no MeeGo.com foi direcionado apenas para a sua audiência: os desenvolvedores.

Nada que fuja ao que já havia sido informado desde o lançamento do MeeGo: que o N900 não o receberá oficialmente. Isso significa apenas que não vai surgir na tela do aparelho a exclamação amarela de atualização para a instalação do MeeGo.

É a mesma coisa com modo R&D, que existe apenas para que desenvolvedores utilizem. Mas absolutamente nada impede que um usuário comum não possa usá-lo também.

MeeGo no cronograma

A versão 1.1 do MeeGo está programada para ser lançada em outubro. Essa versão é aquela que se espera que seja plenamente instalável em aparelhos móveis (a.k.a. celulares).

O Gizmodo deu uma notícia dizendo que há gente que já portou o sistema para um Nexus One, um HTC Desire e um tablet Dell Streak. Os 3 aparelhos rodam Android, então não é nada excepcional esperar que o MeeGo, um projeto código-aberto baseado em Linux, assim como o Android, rode neles.

Colocaram inclusive um vídeo de um aparelho da Dell (que pelo tamanho não me parece ser um tablet), dando o boot no MeeGo. Mas não é um boot completo….não aparece absolutamente nada além de 3 linhas, totalmente texto, mostrando a versão do sistema e a versão do kernel. Então fica meio difícil confiar 100% no vídeo (até porque dar boot é uma coisa, o sistema efetivamente rodar é outra).

O que eu acho “engraçado” na notícia do Gizmodo é o título. É algo como querendo dizer que o MeeGo não vai rodar nos aparelhos da Nokia, mesmo sendo ela a dona do produto (o que também não é correto).

Bem….mas o que tudo isso tem a ver com o título deste texto? Eu chego lá. Durante algum tempo os responsáveis pelo projeto soltaram versões semanais do sistema, e todos eles plenamente instaláveis no N900 (preferencialmente num cartão de memória). Há algumas semanas, para ser mais exato 3, essas versões deixaram de aparecer (a última tinha sido no dia 6 de setembro).

Pois bem…apareceu uma nova, e com uma agradável surpresa: com a parte de telefonia funcionando! Instalei o sistema, rodei, e fiz uma chamada com ele! Totalmente funcional! Mas ainda com detalhes faltando. Por exemplo, não há indicação visual de que temos sinal, e muitos menos conexão à rede de telefonia. Mas basta iniciar o programa de discagem, teclar um número, pressionar o botão “discar”, e sair falando. O programa de telefonia, claro, ainda está cru. Também é possível receber uma chamada…perfeitamente funcional. Mas ainda não utilizável!

Ele não toca, não vibra, e sequer abre qualquer coisa para se aceitar a chamada! É preciso manualmente abrir o programa de telefonia, e só então aparece uma janela para aceitar ou rejeitar. O único indicador de que há uma chamada sendo feita para o aparelho é um ícone de um telefone no canto.

Outra coisa que está funcionando é a auto-rotação da tela. Mas com um efeito um tanto quanto estranho: às vezes ela fica torta, como se eu não tivesse rotacionado o aparelho em exatos 90 graus, e portanto a tela também não o foi.

Novamente parece que a resposta à tela sensível ao toque não está totalmente implementada (ou pelo menos assim eu espero), pois em alguns casos é preciso efetivamente apertar a tela, ao contrário do Maemo no qual às vezes basta apenas encostar o dedo para o toque ser reconhecido.

Mas pelo fato da telefonia já estar funcionando, eu acredito realmente que o cronograma será cumprido e agora em outubro teremos uma versão funcional e instalável no N900.

Observação: não há imagens porque estou sem câmera. Se conseguir alguma, tirarei fotos.

Exemplos de tela do MeeGo

Estas são alguns exemplos de telas do MeeGo.



Na verdade estas telas são apenas modelos e exemplos do que as operadoras/fabricantes podem fazer no sistema. Não que ele obrigatoriamente será assim. Até porque uma das grandes vantagens do Linux é a sua extrema versatilidade….algo que obviamente não poderia faltar num sistema móvel baseado nele.

Segundo o texto original isso poderiam ser telas do futuro-quem-sabe N9, aparelho sobre o qual até agora apenas há rumores, e no qual eu, particularmente, ainda não boto fé.

Para quem quiser se aprofundar um pouco mais na UI (User Interface) do MeeGo, a leitura recomendada é esta aqui.

fonte: The Nokia Blog

N900 rodando MeeGo (vídeo)

Este vídeo mostra o N900 rodando o MeeGo, já com mais atrativos. Ele está usando uma imagem mais recente daquela informada aqui, e origem destas fotos.

Observação: o áudio não está em inglês! Acredito que seja algum idioma oriental (ou seja: não dá pra entender bulhufas).

fonte: Daily Mobile

Tags:

NITDroid com conexão 3G

Pelo menos é o que alardeia este vídeo, publicado pelo principal mantenedor do projeto. Eu não vejo nada na tela que indique uma conexão 3G, mas também não vejo motivos para que ele minta sobre o assunto.

Imagens do MeeGo no N900

Estas são algumas imagens do MeeGo rodando no N900. Até pensei em fazer um vídeo, mas vou poupar a todos de ouvir minha maravilhosa voz! :)



A primeira foto está ruim, mas optei por deixá-la para mostrar como é a tela “normal” dele. A segunda foto é o menu, onde se chega ao pressionar “quadrado vermelho” no rodapé central da tela. A terceira foto é a continuação do menu, movendo a tela para a esquerda. Os dois pequenos quadrados no topo central acredito que informem a quantidade de telas que há…no caso, duas.

A quarta foto é a tela de configurações. Na quinta vemos as redes wireless localizadas. E a última seriam as configurações de aparência. Dá para perceber nitidamente que o trabalho atual é fazer as coisas funcionarem, e não deixá-las utilizáveis.

Nenhum dos programas existe. Na verdade há apenas o ícone. Para os poucos ícones de programas que fazem algo é exibida apenas uma tela branca com um texto dizendo “espaço a ser utilizado pelo programa XYZ” (onde o XYZ é o nome do programa em si).

Eu consegui fazer o Multiboot iniciar o MeeGo, mas infelizmente não consegui fazer dar boot novamente no Maemo sem utilizar o Flasher (não perdi nada, tive apenas que rodar o Flasher para reinstalar o kernel). Ainda vou tentar ver se o Multiboot conseguiria se recuperar, mas sem pressa.

MeeGo no N900

A Nokia disponibilizou imagens do MeeGo para instalação no N900.

São dois arquivos, encontrados aqui:
- meego-handset-armv5tel-n900-nokia-proprietary-1.0.80.13.20100803.2-mmcblk0p.raw.bz2: o arquivo que contém a imagem em si
- meego-handset-armv5tel-n900-nokia-proprietary-1.0.80.13.20100803.2-vmlinuz-2.6.35~rc6-133.2-n900: o kernel necessário para iniciar o aparelho no MeeGo

Há um guia para instalação do sistema no cartão de memória, de forma a que o Maemo não seja tocado. Eu vou tentar fazer a instalação, no cartão de memória, porém usando o esquema de multi-boot implantado com o Android.

Mas convém salientar que o sistema ainda não é utilizável no N900! Ou seja, é provável que o Android rode mais redondo que o MeeGo neste estágio. Para o usuário comum, não vale a pena.

Mais tarde este texto será atualizado com o sucesso (ou não) da empreitada!

Atualização: não obtive muito sucesso. Instalando o kernel através do Flasher o aparelho não deu boot, e com o Multiboot também não deu certo. Talvez novamente outra hora…

Nova atualização: consegui fazer o N900 dar boot no MeeGo. Realmente foi o que imaginei: neste ponto o Android está mais avançado que o próprio MeeGo no N900. O touch está terrível…é preciso apertar consideravelmente a tela para reconhecer o toque. A navegação pelo sistema também está bem ruim e muitos ícones não está aparecendo (fica apenas um quadrado vermelho).

O wi-fi funcionou, reconhecendo minha rede doméstica (que possui criptografia WPA2), mas não consegui rodar o navegador (ou aquilo que eu acho que deveria abrir um). Tentarei tirar algumas fotos ou fazer um vídeo do aparelho rodando o MeeGo.

Realmente não recomendo, pois não há praticamente nada a ser fazer nele, a menos que você seja curioso.

Esboço da interface da Nokia para o MeeGo?

É a sensação que eu tenho ao ver este vídeo.

Por que esboço?? Porque isso não me pareceu, em momento algum, um uso real da interface. Tive a nítida impressão de que é um filme, criado no computador, mostrando um conceito. Nada além disso.

E pra ser sincero, não impressionou.

fonte: The MeeGo Blog