Arquivo por categoria áudio

Recaller, agora com gravação automática

A nova versão do Recaller faz gravação automática de chamadas. Ele está no extras-devel (há no extras uma versão, a 0.4.0, porém a mais recente é a 2.0.0).

Apesar dele incluir um ícone no menu do sistema, a configuração é feita através do widget colocado no desktop.

Os formatos suportados para gravação são AAC, FLAC e WAV. E permite gravar não apenas ligações, mas sons de jogos e até do rádio FM.

Ele possui um manual básico aqui.

Ogg Theora: você ainda vai ouvir esse nome

Para aqueles que não conhecem bem as entranhas da internet ou se preocupam em saber exatamente como as coisas funcionam, o nome colocado no título não deve fazer sentido algum.

Todos conhecem o termo MP3: serve para designar arquivos de música compactados usando o algoritmo de nome MPEG-1 Audio Layer 3 (o termo MPEG significa Moving Picture Experts Group, e é formado por diversas empresas). Aí reside um problema…no fundo, o MP3 é um padrão proprietário. Diversas empresas recebem royalties pela sua utilização (mas somente quando o algoritmo é utilizado em programas comerciais. Programas livres e de código aberto não precisam pagar).

Mas a comunidade de código-livre resolveu criar um algoritmo próprio, totalmente gratuito e livre. Ele se chama Ogg. Só que na prática, o Ogg é um conjunto de sub-formatos para compactação e streaming de áudio e vídeo. O formato para áudio, equivalente ao MP3, seria o Ogg Vorbis.

E para vídeo temos o Ogg Theora.

Mas porque ele será tão importante? Porque o Google irá patrocinar o desenvolvimento do formato otimizado para processadores ARM (caso não saiba, o processador do N900 é um ARM).

Só que não é apenas o envolvimento do Google que o torna importante. Ele poderá vir a ser importante caso seja adotado como padrão para o HTML5. O HTML é aquilo que faz grande parte da internet ser o que é….você está lendo este texto, formatado, com cores, links e afins, graças ao HTML. E na sua versão 5 ele possui uma tag chamada de video.

Um site que está usando o HTML5 de forma experimental é o Youtube. O problema é que ali está sendo usado um protocolo fechado, só suportado pelos navegadores Chrome, Safari (versão 4 ou superior) e Internet Explorer com o Google Chrome Frame instalado. O formato é o H.264.

Por enquanto não está definido o formato que deve ser suportado pelo HTML5, mas há uma briga para que seja definido um protocolo aberto e livre, para que ninguém precise pagar royalties a ninguém. E é aí que o Ogg Theora entra. Claro que há outras empresas querendo um protocolo mais fechado, e que contenha DRM, para maior controle de transmissão.

Podemos esperar muita batalha nesse campo.

Apenas como curiosidade, há neste site alguns links de outros sites onde é possível encontrar vídeos em HTML5, mas usando o Ogg Theora, que é suportado nativamente nos navegadores Firefox (3.5 pra cima), Chrome e Opera.

fonte: BR-Linux.org

Phone Speaker Switcher

Mais um programinha simples, mas muito útil! Basicamente, ele faz com que uma chamada entre automaticamente no viva-voz dependendo de algumas configurações: ele pode ativar o viva-voz quando o teclado é aberto, quando a tecla da câmera é pressionada ou dependendo do sensor de proximidade (que é pra mim o mais interessante disparado).

Além de exibir automaticamente o gerenciador de tarefas assim que ativa o viva-voz.

E claro, se usando o sensor de proximidade, assim que o sensor percebe que afastou o telefone do rosto o viva-voz é ativado, e assim que o aparelho volta pra perto do rosto, é desativado!

As configurações dele ficam lá na seção extras, no menu de configuração do próprio aparelho.

Não é possível usar o sensor ao mesmo tempo que as teclas. Parece que há algum problema de concorrência ou alguma outra coisa que causa efeitos indesejados, por isso que se o sensor estiver selecionado, o teclado e a tecla da câmera ficam desabilitados.

Ele não atende uma ligação automaticamente, mas caso se atenda e o sensor (se configurado para esse caso) perceber que o aparelho está longe do rosto, entra no viva-voz automaticamente.

O programa está no repositório extras-devel.

Tags:

Ouvindo quem está chamando

Eu já tinha comentado sobre a possibilidade de um programa assim, e acho até que ele demorou um pouco, mas saiu: ESpeakCaller (repositório extras-devel).

Ele ficará mais interessante quando algumas configurações forem possíveis, como por exemplo só dizer o nome de quem chama se estiver usando fone de ouvido, ou num determinado perfil (utilizando a mesma integração que o Alarmed possui com o Tweakr)…

Dessa forma, aos poucos, uma a uma as deficiências iniciais do N900 vão sendo supridas! Já foram o rádio FM, MMS, sintetizador de voz….um próximo que seria bastante interessante seria o reconhecimento de voz. Mas esse é bem mais complexo, tanto que nem no fórum do Maemo.org há alguma opção nem que seja levemente utilizável.

VLC disponível…em parte

Eu já tinha falado antes sobre o VLC, e que haviam tentativas de portá-lo para o Maemo.

Há um porte dele no repositório Qole (veja aqui os dados sobre esse repositório). Há dois problemas: o primeiro é que ele deve ser instalado à partir da linha de comando (não aparece no Gerenciador de Aplicativos):

Nokia-N900-51-1:~# apt-get install vlc
Reading package lists... Done
Building dependency tree
Reading state information... Done
The following extra packages will be installed:
  libvlc5 vlc-nox vlc-player vlc-player-nox
The following NEW packages will be installed:
  libvlc5 vlc vlc-nox vlc-player vlc-player-nox
0 upgraded, 5 newly installed, 0 to remove and 0 not upgraded.
Need to get 7575kB of archives.
After this operation, 17.3MB of additional disk space will be used.
Do you want to continue [Y/n]?
WARNING: The following packages cannot be authenticated!
  libvlc5 vlc-player-nox vlc-player vlc-nox vlc
Install these packages without verification [y/N]? y
Get:1 http://qole.org maemo/fremantle libvlc5 1.1.0~git-3049-1 [494kB]
Get:2 http://qole.org maemo/fremantle vlc-player-nox 1.1.0~git-3049-1 [5992kB]
Get:3 http://qole.org maemo/fremantle vlc-player 1.1.0~git-3049-1 [209kB]
Get:4 http://qole.org maemo/fremantle vlc-nox 1.1.0~git-3049-1 [835kB]
Get:5 http://qole.org maemo/fremantle vlc 1.1.0~git-3049-1 [44.2kB]
Fetched 7575kB in 2min8s (59.1kB/s)
Selecting previously deselected package libvlc5.
(Reading database ... 27242 files and directories currently installed.)
Unpacking libvlc5 (from .../libvlc5_1.1.0~git-3049-1_armel.deb) ...
Selecting previously deselected package vlc-player-nox.
Unpacking vlc-player-nox (from .../vlc-player-nox_1.1.0~git-3049-1_armel.deb) ...
Selecting previously deselected package vlc-player.
Unpacking vlc-player (from .../vlc-player_1.1.0~git-3049-1_armel.deb) ...
Selecting previously deselected package vlc-nox.
Unpacking vlc-nox (from .../vlc-nox_1.1.0~git-3049-1_armel.deb) ...
Selecting previously deselected package vlc.
Unpacking vlc (from .../vlc_1.1.0~git-3049-1_armel.deb) ...
Processing triggers for catorise ...
########################################################################Setting up libvlc5 (1.1.0~git-3049-1) ...
Setting up vlc-player-nox (1.1.0~git-3049-1) ...
Setting up vlc-player (1.1.0~git-3049-1) ...
Setting up vlc-nox (1.1.0~git-3049-1) ...
Setting up vlc (1.1.0~git-3049-1) ...

E o segundo problema é que o porte, por enquanto, funciona apenas na linha de comando. Ele até inclui um ícone no menu do aparelho, como visto na imagem abaixo, mas não adianta clicar nele, pois vai abrir uma janela, e alguns segundos depois ela será fechada.

E com um problema a mais: o processo do VLC continuará rodando em segundo plano! O fato da janela ser fechada não significa que o programa seja fechado….ou seja: estará com um programa consumindo recursos (e bateria). Caso faça isso, terá que ir até o terminal, descobrir a identificação do processo, e matá-lo:

~ $ ps -ef | grep vlc
 1302 user     12908 S    /usr/bin/vlc %U
 1321 user      2088 R    grep vlc
~ $ kill 1302

Para usá-lo, via linha de comando, basta digitar o nome do programa seguido do arquivo que deseja abrir com ele:

~ $ vlc /home/user/MyDocs/.videos/Nokia_N900.mp4
VLC media player 1.1.0-git Yellow Bastard
LibVLC has detected an unusable buggy GNU/libc version.
Please update to version 2.8 or newer.
[0x128a8] main libvlc: Running vlc with the default interface. Use 'cvlc' to use vlc without interface.
Remote control interface initialized. Type `help' for help.
[0xebd88] main generic error: A filter to adapt decoder to display is needed
[0xebd88] xcb_xv generic error: Unknown request in XCB vout display
^C[0x941d0] signals interface error: Caught Interrupt signal, exiting...
status change: ( stop state: 0 )
status change: ( quit )

E para fechá-lo, abra o teclado físico e pressione Control + BackSpace (que é o atalho para exibir o gerenciador de tarefas), vá até o terminal utilizado para iniciar o VLC, e pressione Control + C.

Não adianta apenas fechar a janela que está exibindo o vídeo, pois o VLC continuará rodando em segundo plano! É obrigatório dar o Control + C na janela do terminal.

Um aviso: cuidado ao instalar programas de repositórios não oficiais, pois não dá para garantir a segurança, confiabilidade e desempenho deles, já que não passam pelo processo de testes dos programas que estão no “extras”.

Trackerd: rastreando arquivos

Já parou para se perguntar como é que o N900 coloca as músicas no Media Player automaticamente? Ou como as fotos aparecem no aplicativo correspondente?

Simples: existe um processo rodando em segundo plano, que fica monitorando diretórios específicos e cadastrando o que ele encontra nos devidos lugares. Se você abrir o terminal (ou via SSH), poderá verificar a existência dele digitando o comando abaixo (o “~ $” não faz parte do comando…ele é útil para identificar em qual diretório estamos, que é o “~”, também conhecido como “home”, e como usuário comum, identificado pelo dólar, “$”…se estivéssemos como root, o símbolo seria a cerquilha, “#”):

~ $ ps -ef | grep trackerd
 1138 user     33120 S N  /usr/lib/tracker/trackerd
 8265 user      2092 S    grep tracker

Existem alguns comandos que podem ser usados no terminal para verificar informações sobre o processo rodando. Por exemplo, ao usar o “tracker-stats” tenho este resultado:

~ $ tracker-stats
Statistics:
  Applications = 98
  Documents = 29
  Files = 2269
  Folders = 154
  Images = 145
  Music = 1886
  Other = 39
  Playlists = 0
  Text = 13
  Videos = 3

Não consegui encontrar lá muitas informações sobre todos os comandos, mas todos os que se iniciam com “tracker” fazem parte do “pacote todo”….para vê-los, basta digitar “tracker” e dar um (ou mais) TABS, para o auto-complete.
Leia mais $raquo;

Recaller: gravando chamadas

Ontem enquanto fazia meu “passeio” diário pelos repositórios, encontrei esse programinha, que dizia permitir a gravação e chamadas telefônicas, assim como também de recados através do microfone.

Na verdade ele é um widget, que você deve colocar no desktop. E assim que quiser iniciar uma gravação, basta pressioná-lo. Para parar, pressione de novo.

A gravação é feita no formato AAC, e os arquivos ficam em /home/user/MyDocs. Para tocá-los, basta ir até lá com o Gerenciador de Arquivos, por exemplo.

Ele está no repositório extras-devel. Não é preciso dizer para tomar um certo cuidado, não é?

No post, há uma pequena lista do que poderia ser colocado nele, numa versão posterior:
- melhorar a aparência
- permitir gravar conversas através de fone bluetooth
- adicionar uma opção para escolher onde gravar os arquivos
- adicionar uma opção para incluir beeps durante a gravação

O último item vale a pena comentar….em alguns países é obrigatório, por lei, a outra pessoa ser avisada que a conversa está sendo gravada. Por isso que muitos celulares, ao fazerem isso, ficam emitindo aqueles beeps de tempos em tempos.

E também há uma lista de desejos:
- auto-inicialização
- incluir informações do contato/telefone no nome do arquivo

ATUALIZAÇÃO: por falha técnica (diga-se: esquecimento) não comentei sobre o teste! A gravação me pareceu um pouco baixa…mas pode ser porque eu fiz apenas um teste, e não foi uma ligação “real” (não vou ficar no meio escritório falando pro telefone “teste…teste…teste”). Ele não é lá muito prático, já que pra fazê-lo funcionar é preciso antes ir até o desktop, já que é um widget (vamos lembrar que na tela estará o aplicativo do telefone, mostrando quem está chamando). Realmente um jeito dele começar a gravar automaticamente seria bem-vindo.

fonte: Tomch, via feed do Maemo.org

Importando listas do iTunes

Outro dia o Lito me perguntou se sabia de alguma forma de importar as listas de músicas do iTunes pro N900. Como eu não uso Mac, e muito menos o iTunes, a resposta foi, claro, que não sabia. Para criar listas no aparelho eu usei este método, copiando as músicas manualmente.

No Maemo.org há um tópico falando sobre isso, com uma pessoa recomendando a utilização do doubleTwist, mas outros usuários (inclusive o que colocou a dica) disseram que a sincronização não foi tão bem sucedida! A lista era criada no N900, mas os arquivos não eram copiados.

Um outro usuário sugeriu o iTuneMyWalkman.

Mas tem gente que usa o Nokia Multimedia Transfer (apenas disponível para Mac).

Se alguém com Mac e iTunes quiser fazer os testes, os comentários estão abertos para as dicas!

fonte: Maemo.org

Tags: ,

Criando playlists

O midia player do N900, na minha opinião, precisa comer um pouco mais de feijão! Criar listas de execução de músicas é um parto…..que no final das contas eu não consegui fazer.

Eu tinha originalmente dois “tipos” de música no cartão de memória: uma de músicas rápidas (e pesadas) para quando ando de bicicleta, e outro de músicas mais calmas para quando quero ouvir algo antes de dormir. Quem disse que consegui criar duas listas de músicas?

Ao selecionar uma música para tocar, imediatamente todas iam para a lista. Remover uma música? Não tem essa opção.

A solução que encontrei, inicialmente, foi apagar as músicas de uma das listas, deixando apenas as outras, e aí criá-la. Mas também não tive lá muito sucesso nisso….até que vi a dica no Maemo.org: criar um arquivo M3U, que o programa vai reconhecer. Esse tipo de arquivo é um texto, simples, apenas contendo o caminho dos arquivos musicais.

Uma forma simples de criar várias listas é separar as músicas em diretórios, entrar no aparelho via SSH ou utilizar o terminal, ir até o diretório onde estão as músicas, e executar isto aqui:

find . -name "*.mp3" > playlist.m3u

O que se está mandando o aparelho executar é o comando find. Ele é utilizado para encontrar arquivos, textos dentro de arquivos, e por aí vai. O ponto logo depois dele significa que deve procurar no diretório atual (e seus subdiretórios). O parâmetro -name informa que deve procurar pelo nome do arquivo, que vem logo depois (no caso, o “*.mp3″). O sinal de maior informa que a saída do comando deve ser enviada para o que estiver logo depois dele (no caso, um arquivo chamado playlist.m3u). Executar o comando sem enviar o resultado pra algum lugar fará com que seja exibido na tela.

E pronto! Ao abrir o tocador, a lista de execução estará lá, exibida com o nome do arquivo.

Tags:

Sintetizador de voz

Uma das coisas que o autor do post que comentei aqui escreveu é que queria ouvir o aparelho dizer o nome de quem está ligando. Isso realmente é interessante, por exemplo, quando você está dirigindo, ou com um fone de ouvido bluetooth longe do aparelho.

Mas para que incluir isso no firmware se é possível fazer com um programa relativamente simples? Sim….é possível!!

Infelizmente eu não tenho a capacidade técnica para tanto, pois seria necessário programar em C, coisa que eu não domino (mas que pretendo remediar algum dia).

Quer uma prova de que é relativamente simples (com os devidos conhecimentos, claro)??

Vamos lá!! A primeira coisa é ser apresentado às entranhas do GNU/Linux. Existe um serviço que sempre fica rodando, responsável pela troca de mensagens entre aplicativos. Ele se chama dbus. Os aplicativos costumam mandar mensagens pra ele, e ele dispara essas mensagens para aqueles que se cadastraram, basicamente falando.

Você pode ver isso funcionando de forma bem simples: entre via SSH no aparelho, e digite este comando: “dbus-monitor” (sem aspas). E agora comece a abrir aplicativos, faça uma chamada, envie um SMS….e verá um monte de informações aparecendo (por isso é ideal fazer via SSH….a tela do terminal no N900 é muito pequena para isso).

Então faça uma chamada para ele…e você verá que o número que está chamando vai aparecer ali!! Então basta o programa se cadastrar no dbus, esperar por aquela mensagem, pegar o número que está chamando, ir buscar nos contatos o nome, e pronunciá-lo!!

Hmmmm….pronunciá-lo? Como assim? É….existe um programa de sintetização de voz nos repositórios, prontinho para ser instalado! Procure lá pelo espeak. Ele é um programa que funciona apenas pela linha de comando. Depois de instalá-lo, você pode facilmente testá-lo, digitando isto no terminal (do próprio aparelho ou via SSH): “espeak -vpt ‘mas que baita aparelho eu tenho’” (sem as aspas duplas, mas COM as aspas simples).

Então bastaria que o programinha comentado acima executasse o espeak com o nome do contato que está chamando para que ele fosse sintetizado. Simples assim!

A opção “-vpt” indica ao programa para fazer a sintetização usando o português do Brasil. Para fazê-lo no português de Portugal, basta alterar o “pt” por “pt-pt”. Para ver todos idiomas disponíveis basta digitar este comando: “espeak –voices“….e para testar esses idiomas basta colocar o código (segunda coluna) logo depois do “-v”.

A frase a ser falada precisa estar dentro de aspas, sejam elas simples ou duplas.

Para mais informações sobre o espeak, basta visitar o site oficial.

Tags: